26 de outubro de 2008

onda

irradia a dormência
escorregando pelos nervos
traz espamos de leveza
em alegres contrações
olhos gelatinosos para coloridas distorções
roça pelos cabelos o pescoço solto
muito prazer estamos em Copa
amigos amantes em óculos escuros
brilham de suor (gotas salgadas d'alma)
estranhos ruídos coçam os ouvidos
extravagantes gengivas na exibida boca
declara independência ao amor próprio

5 comentários:

Pavitra disse...



ondas
lambendo pernas
arrastam
e mareiam

levemente salgada

algo assim
ou alga...

menta disse...

ode à copa em trem
carnavalesco
macio verão
que chega
ao festival

Amendoa disse...

e o festival mesmo só acontece na bahia!

Ticiana Flarys disse...

"extravagantes gengivas na exibida boca
declara independência ao amor próprio" adorei isso...


agora, só pra lembrar momentos: vai tchutchuca até o chão, rs!!

beijo frô

Luiz Coelho disse...

gosto desse tipo de exercício de linguagem!